» » Assédio Moral no Trabalho

Assédio Moral no Trabalho

Assédio Moral no Trabalho é a exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetidamente, e por um período prolongado durante a sua carga horária profissional, ou seja, é toda conduta abusiva (gestos, palavras, escrita, comportamento, atitude etc.), na qual o objetivo de quem pratica é humilhar e constranger, fazendo a outra pessoa se sentir inferior.

Geralmente essas condutas ocorrem em situações hierárquicas, nas quais o gestor usa de artifícios para desestabilizar o funcionário, fazendo-o pedir demissão.

Muitas são as situações pelas quais o trabalhador é obrigado a passar. Em alguns casos, sem ao menos saber, ele pode estar sendo vítima de assédio moral no trabalho.

Situações que representam assédio moral

Existem algumas situações que podem ser identificadas como assédio moral:

  • Ter problemas ignorados;
  • O trabalhador ser agredido verbalmente;
  • Sofrer constrangimento;
  • Ser acusado injustamente;
  • Ser designado para tarefas inferiores ou diferentes daquelas para as quais foi contratado.

O que fazer?

É possível ter uma conversa com o agressor, para fazê-lo parar com as agressões, mas isso geralmente não resolve e, se não resolver, você pode ir até a justiça e solicitar uma ação contra o agressor, requerendo indenização por dano moral. Mas, para isso, tem que haver provas: um e-mail, testemunha ou uma gravação, por exemplo.

Indenização

Não existe um valor fixado para a indenização, porém alguns requisitos serão levados em consideração, como a intensidade da ofensa, poder econômico, repercussão da ofensa e a determinação de um valor que leve o agressor a não repetir tais atos.

Atualizado em: 12/08/2019 na categoria: Direito Do Trabalho